10 de junho de 2021 às 15h10min - Por Mário Flávio

O Os Estados Unidos da América confirmaram oficialmente nesta quinta-feira (10) que comprarão 500 milhões de doses de vacinas da Pfizer contra o coronavírus para doação e divulgaram a lista dos países que irão receber os imunizantes. São 92 nações de baixa renda e da União Africana, e o Brasil não está entre elas.

Segundo a Casa Branca, é a maior compra e doação de vacinas efetuadas por um único país na pandemia até agora.

A lista dos 92 países de destino das doações foi definida de acordo com o Compromisso de Mercado Antecipado (AMC, na sigla em inglês) da aliança global por vacinação Gavi e incluem vários nações da África, como Angola, Marrocos, Cabo Verde, Nigéria e Quênia, da Ásia, como Afeganistão, Bangladesh, Índia e Paquistão, e da América Latina e do Caribe, como Haiti, Bolívia, Honduras e Nicarágua.

Os imunizantes serão entregues por meio da aliança Covax Facility, da Organização Mundial da Saúde (OMS), para países de baixa renda e de renda “médio-baixa”, como Afeganistão, Angola e Síria, segundo o consórcio. Eles receberão as doses até o próximo ano.

O Brasil ficou de fora desta distribuição porque, apesar de fazer parte da Covax, é considerado, pelo governo estadunidense, um país que pode comprar suas próprias vacinas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro