29 de dezembro de 2012 às 09h55min - Por Mário Flávio

20121229-012059.jpg

Joana Figueiredo, um nome ainda pouco conhecido no cenário político local, mas que começa a ganhar força entre os jovens e já é apontada por muitos como a renovação da juventude na esquerda de Caruaru. Ela teve papel fundamental nas recentes articulações e nos movimentos realizados e apesar da timidez, conseguiu se dar bem junto ao batalhão de jornalistas, que fizeram questão de entrevistá-la nos momentos mais delicados da recente crise entre vereadores e sociedade civil, que culminou com a aprovação do veto aos salários do prefeito, vice e secretários.

PARLAMENTO – A estudante de pedagogia da Universidade Federal foi eleita vereadora jovem e já se destaca por apresentar debates importantes ao lado dos demais jovens. Questionada se se considera uma liderança ela não titubeou. “Tem horas que sim e em outras não. Tenho uma natureza tímida, sou calma, contudo a indgnação diante de alguns fatos e o silêncio de muitos, seus estímulos que me fazem sair da calma, e me instiga a ação, nesses momentos me sinto líder. No entanto, quando há uma causa que já tenha pessoas a frente, me resguardo, vou para a ação, contudo não tomos todas as rédeas”, disse.

Com apenas 21 anos ela ainda segue tímida entre os políticos, como aconteceu na confra do vice governador João Lyra e da deputada estadual Raquel Lyra, não é filiada a nenhum partido, mas goza de prestigio junto aos analistas e cientistas políticos de Caruaru. Para Arnaldo Dantas a “moça vai longe”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro