Encerramento da 366ª Festa de Nossa Senhora dos Prazeres atrai milhares de devotos, em Jaboatão dos Guararapes

Lucas Medeiros - 18.04.2023 às 15:55h
(Imagem: Chico Bezerra)

Milhares de devotos acompanharam a procissão e a Missa de Encerramento da 366ª Festa de Nossa Senhora dos Prazeres, no Monte dos Guararapes, município do Jaboatão dos Guararapes, nessa segunda-feira (17). As celebrações de hoje marcaram o final das homenagens à padroeira de Prazeres, após nove dias de muita demonstração de fé. O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, celebrou a Missa Eucarística Campal, no altar montado em frente ao Santuário, antes do cortejo seguir com o andor. Ao final da procissão, foi celebrada a Bênção do Santíssimo.

Hoje excepcionalmente foi um dia de muitas bênçãos. É uma alegria participar da festa da Nossa Senhora dos Prazeres a cada ano. O entusiasmo do povo de Deus é gratificante de ver”, disse dom Fernando Saburido.

A aposentada Maria Aparecida presta homenagem a Nossa Senhora dos Prazeres há mais de 30 anos e sempre tem um agradecimento a fazer. “Todo ano venho aqui para agradecer tudo de bom que Nossa Senhora faz por mim. Estou com saúde, minha família não passa necessidades e isso tudo é pela proteção dela. Tenho muita gratidão”, contou.

Esse é um momento de fé, de renovar nossas energias e pedir a Nossa Senhora que cuide desse mundo. É isso que eu peço toda vez que venho a essa Festa”, disse o autônomo José Fernando.

O prefeito Mano Medeiros (PL) esteve presente durante as homenagens à Santa, ao lado da primeira dama Andréa Medeiros, e falou do significado desse evento. “A Festa de Nossa Senhora dos Prazeres está entre as três maiores do calendário religioso do Estado e isso constatamos a cada ano. Temos aqui milhares de pessoas do Jaboatão e até de outros municípios que vêm demonstrar devoção à Santa. É um momento sublime, de renovação da fé e de saber que Nossa Senhora está cuidando de todos nós”, ressaltou. A 366ª de Nossa Senhora dos Prazeres teve início no Domingo de Páscoa, com o tema Maria, modelo dos vocacionados. Ao longo destes nove dias, foram realizadas a Procissão da Bandeira, missas e novenas. No palco montado em frente ao Santuário, se apresentaram o Quinteto Violado e os padres Damião Silva, João Carlos e Rosivaldo Torres.