10 de fevereiro de 2012 às 12h05min - Por Mário Flávio

As mudanças no trecho urbano da BR 104 não conseguiram agradar a ninguém. Além, de deixar o trânsito caótico, a falta de planejamento na obra revoltou os empresários e donos de lojas, que reclamam das mudanças. Hoje pela manhã a empresa de ônibus Coletivos enviou nota de repúdio contra o que chamou de caos na BR 104.

O Comitê Gestor da obra, presidido pelo prefeito Zé Queiroz (PDT) silenciou e ainda não se posicionou sobre as reclamações de motoristas, empresários e pedestres. Para se ter uma ideia, mesmo com a mudança, não existe em todo o perímetro urbano sequer uma passarela e pelo que deixou a entender o DER não vai existe e o povo que se vire para atravessar a via. Segue abaixo a nota assinada pela empresa Coletivos:

NOTA

A direção da Empresa de ônibus “Coletivos” solicita providências às autoridades competentes, a fim de solucionar o caos gerado no trânsito das imediações das obras da BR-104, seguindo até os bairros Kennedy; Vila do Aeroporto; Vila Padre Inácio e Alto do Moura, na manhã desta sexta-feira (10).

Tendo em vista o bem estar dos usuários desse tipo de transporte, que estão enfrentando transtornos nesta manhã, por conta do atraso gerado nas linhas que fazem este percurso, a direção agradece a compreensão, certa de que a devida solução será prontamente tomada.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro