16 de agosto de 2013 às 13h25min - Por Mário Flávio

20130816-123546.jpg

Durante palestra em Surubim, na tarde desta quinta-feira (15), a deputada Raquel Lyra (PSB) destacou a necessidade de lutar para que os jovens sejam reconhecidos como atores fundamentais no cenário do desenvolvimento do País. A parlamentar participou do painel de abertura do II Seminário Perspectivas para a Juventude, que marcou a posse do Conselho Municipal da
Juventude de Surubim.

Ao lado do prefeito Túlio Vieira, do vice-prefeito Fábio Barbosa e da
secretária municipal de Juventude, Fátima Souza – entre outros convidados – Raquel falou sobre o tema “Políticas públicas para a juventude”, e fez um balanço das ações que realizou durante o período em que esteve à frente da Secretaria Estadual da Infância e Juventude – de janeiro de 2010 a dezembro de 2012. Ela citou a criação de programas como o de atenção integral materno-infantil, a implantação de 91 casas de atendimento à juventude, o Minha Certidão – que interligou maternidades e cartórios de registro civil em todo o Estado via internet – o apoio à criação de creches e o combate ao trabalho infantil.

“Até a metade do século passado, as crianças eram consideradas apenas como simples objetos. Isso gerou uma cultura que até hoje dificulta o cuidado e a atenção básica”, disse Raquel Lyra, lembrando, porém, que a situação começou a mudar a partir da elaboração do Estatuto da Criança, pela ONU, em 1959. E no Brasil, ganhou o reforço da Constituição Federal de 1988, e pela recente promulgação do Estatuto da Juventude.

Por último, a parlamentar ressaltou a importância das parcerias entre
governo, prefeituras e entidades da sociedade civil na discussão e elaboração de propostas e ações para a juventude. Ela lembrou que,
atualmente, os jovens com até 29 anos de idade representam 53% dos 8,76 milhões de habitantes de Pernambuco, o que demanda um reforço nas políticas públicas especificas.

Segundo Raquel Lyra, houve uma ampliação dos programas a partir do governo Lula, em 2003, e em Pernambuco, o reforço veio com a iniciativa do governo Eduardo Campos (PSB) de criar a Secretaria Estadual da Infância e Juventude. “Mas é preciso dar um passo à frente, criando mais fóruns e órgãos especializados, como os conselhos municipais de juventude. E Surubim deu esse passo”, concluiu.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro