9 de abril de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

A pedido da Procuradoria Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, o juiz Tito Lívio Araújo Monteiro suspendeu a reintegração de posse ao município da área pública ocupada no loteamento Gavião. A desocupação que iniciaria nesta terça-feira (09) foi suspensa pelo prazo de seis meses e a Prefeitura irá fazer um estudo das famílias que moram nos cem imóveis existentes no local, através de assistentes sociais.

“O propósito é detectar aqueles que realmente não têm condição de comprar uma casa ou pagar aluguel, essas pessoas receberão um laudo social e poderão permanecer onde estão, já aqueles que o estudo social mostrar o contrário terão que desocupar a área”, explica o procurador municipal, Marcelo Diógenes.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro