11 de abril de 2013 às 10h55min - Por Mário Flávio

20130410-221819.jpg

O prefeito Edson Vieira (PSDB) falou por telefone ao programa “Nordeste em Foco” sobre a matéria publicada no Jornal do Comercio em que 29 municípios pernambucanos, entre eles Santa Cruz do Capibaribe, correm risco de ficar sem os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), destinados à merenda escolar. Segundo o prefeito, o fato se deve a falhas nas prestações de contas da prefeitura nos anos de 2011 e 2012, estas da gestão do ex-prefeito Toinho do Pará (PTB).

Edson afirmou que já entrou em contato com a secretaria de educação e que está providenciando documentos a fim de regularizar a situação, mas relatou que há grandes dificuldades. “Pense em uma dificuldade de se encontrar documentos da gestão passada na administração de Santa Cruz hoje. Se pensam que estão fazendo mal a Edson, estão fazendo mal a Santa Cruz do Capibaribe”.

Edson citou que a cidade pode perder, com essas irregularidades, entre R$ 70 mil e R$ 80 mil por mês. Ainda de acordo com o prefeito, as ações serão tomadas de modo que a atual gestão não seja penalizada por erros da gestão passada. “O município não pode ser penalizado por irresponsabilidade da secretaria de educação do governo passado, de uma gestão de 12 anos que foi comandada pelo senhor deputado federal José Augusto Maia, terminada pelo senhor prefeito Toinho do Pará e junto com Socorro Maia”.

O prefeito também alertou que, caso perca os recursos, a qualidade e o despacho da merenda serão grandemente afetados.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro