6 de junho de 2012 às 19h18min - Por Mário Flávio

Aconteceu como alguns militantes da base governista em Caruaru vinham especulando há algum tempo: a declaração do apoio formal do PT municipal ao prefeito Zé Queiroz. Em reunião extraordinária realizada nesta quarta-feira(06) à tarde, na Academia Caruaruense de Ciências e Letras (ACACCI), a executiva do diretório municipal reuniu-se uma última vez para revisar a resolução do partido que estabelecia os princípios que justificam a decisão dos petistas. Nesta quinta-feira (07), uma comissão formada por representantes das 4 tendências se reunirá pela manhã com o prefeito para entregar-lhe a resolução.

Representantes das quatro tendências do PT estavam na reunião e apenas fizeram alguns ajustes sobre o que previa o texto. Segundo o documento finalizado, os petistas colocam como desafio derrotar as forças que consideram conservadoras na cidade, representadas pelo DEM e seus coligados. Sob esse ponto de vista, o PT considerou que, para impedir a vitória de tais forças, e manter uma gestão orientada pela Frente Popular em Caruaru, a melhor opção de candidato é Zé Queiroz, que representaria um projeto democrático, com princípios de esquerda para a cidade. O PT declarou que a reeleição de Queiroz seria uma vitória estratégica para a Frente Popular.  Além disso, o partido também entendeu como prioridade, dentro do projeto da legenda na cidade, ampliar o espaço do PT na Câmara Municipal.

PT de Caruaru revisou e definiu a versão final da resolução de apoio a Zé Queiroz

O presidente em exercício do diretório municipal petista, Vanunccio Pimentel, explicou que este foi um momento em que exclusivamente se confirmou o apoio ao prefeito. “O que definimos nessa reunião foram os princípios que orientam a nossa confirmação do apoio ao prefeito Zé Queiroz enquanto pré-candidato da Frente Popular em Caruaru. Não foi um momento para discutir quais as condições para mantermos nosso apoio, afinal um dos objetivos do partido nessas eleições é manter e ampliar o espaço na Câmara Municipal, fortalecendo a legenda dentro do grupo. Não podemos usar como argumento apenas o fato de o PT ter um tempo relevante de guia para avaliarmos que temos peso na Frente Popular. Precisamos primeiro manter a legenda fortalecida fortalecida na cidade, para depois discutirmos as condições da manutenção do apoio a Queiroz”, argumentou o presidente.

Vanuccio citou essa preocupação, porque ainda durante a reunião Wilon Dodson expôs que seria importante frisar no documento que o PT apoiaria a base governistas, desde que o prefeito observasse todos os pontos elencados na resolução. Para o membro da tendência DS,  Eduardo Guerra, que também estava presente na reunião, isso deu a entender que seria uma forma de impor um condicionamento na formalização do apoio. Adilson Lira, também da DS, foi categórico: “essa reunião é para definir o apoio ou não ao prefeito, as condições desse apoio devem ser discutidas em outro momento”.

Segue abaixo a resolução do PT na íntegra

 


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro