23 de janeiro de 2013 às 09h55min - Por Mário Flávio

20130123-095010.jpg

Isolado no PMDB o caruaruense Rivaldo Soares segue na luta por uma legenda para seguir vivo na política. Ele esteve ontem na reunião presencial do Movimento por uma Nova Política, com a ex-senadora Marina Silva, que pretende lançar um novo partido no dia 16 desse mês. De acordo com Rivaldo, ele faz parte desse novo projeto há um mês e garante que as discussões estão avançadas e próximas a um entendimento. A ida de Rivaldo ainda não é certa, mas diante das dificuldade encontradas por ele no PMDB, o caminho deve ser mesmo fazer parte de uma nova legenda.

Segundo o suplente de deputado federal, a mudança seria a principal razão para ele ir fazer parte do novo partido. “Continuo no PMDB, assim como vários integrantes do movimento, que pertencem a outros partidos, mas que querem uma revolução ética na política brasileira. Poderei migrar para esse novo partido, caso esse seja criado”, garante. Rivaldo foi candidato nas últimas eleições a prefeito de Caruaru (3 vezes), deputado federal e governador, mas não conseguiu êxito em nenhuma das tentativas.

Na eleição de 2012 ele tentou a candidatura própria a prefeito pelo PMDB, mas o partido apoiou o nome de Miriam Lacerda (DEM). Rivaldo ficou isolado e bateu de frente com todos no partido. Chegou a solicitar a intervenção da Executiva Nacional para tirar o comando da sigla do senador Jarbas Vasconcelos, a quem chamou de traidor. O resultado foi que um dos membros pediu a expulsão de Rivaldo do PMDB e o mesmo recorreu. O processo segue em tramitando na legenda.

O ex-deputado estadual, Roberto Leandro, foi outro pernambucano que participou do evento. Ele sempre seguiu as orientações de Marina Silva e deixou o PV com a saída da ex-ministra. Na eleição presidencial de 2010, Marina Silva obteve mais de 19 milhões de votos, sendo considerada a surpresa da eleição.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro