5 de julho de 2018 às 08h43min - Por Mário Flávio

Representantes dos povos de religiões de matriz africana, de movimentos sociais de juventude, vereadores e secretários municipais estiveram presentes na Sala de Monitoramento da Prefeitura de Caruaru, nesta quarta-feira (04), para acompanhar a prefeita Raquel Lyra sancionar as leis que instituem os Conselhos de Promoção de Políticas Públicas para a Juventude (Lei 7.785/2018) e de Políticas de Promoção de Igualdade Étnico-Racial (Lei 7.748 / 2018), aprovadas na Câmara Municipal. A assinatura dos documentos pela chefe do poder executivo municipal foi acompanhada com comoção pelos participantes do evento.

“O agradecimento deste momento vai para a luta dos que estão aqui presentes, em especial aos movimentos, e à Câmara de Vereadores que permitiu a aprovação dessas leis. A gente precisa fazer valer o nosso mandato, possibilitando que todos façam parte de uma sociedade mais igualitária, dessa forma, continuaremos trabalhando para que isso seja construído no nosso município”, ressaltou Raquel.

“A nossa constituição garante esse espaço e é muito importante que Caruaru, por meio da senhora prefeita, institucionalize esse espaço de participação da sociedade civil e do poder público, dialogando para que a gente possa enfrentar adequadamente essa mazela que é o racismo em nosso país, começando pelo nosso município”, destacou, em sua fala, a mestra e doutoranda em Educação, Michelle Guerreiro.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro