4 de outubro de 2013 às 10h25min - Por Mário Flávio

20131004-101216.jpg

Reportagem e foto: Ana Rebeca Passos

Na manhã desta sexta-feira (04) Agentes Comunitários de Saúde e Endemias fizeram um protesto pelas principais ruas do centro de Caruaru. Eles reivindicam melhorias no piso salarial, criação do Plano de Cargos e Carreiras e um abono que foi enviado pelo Governo e a falta de estrutura para que os profissionais possam atuar junto a comunidade. A data do protesto foi estratégica, já que hoje é o Dia Nacional dos Agentes.

Segundo a presidenta do Sindicato Regional dos Agentes de Saúde do Agreste de Pernambuco, Ana Régia, a situação em Caruaru é precária. “Estamos reivindicando em Caruaru toda a falta de condições dignas de trabalho para os servidores. Não temos equipamento de proteção individual, protetor solar, um piso salarial adequado, insalubridade e um plano de cargos e carreiras. As condições mínimas de trabalho não temos, por isso estamos fazendo esse apelo ao poder Executivo, para que todos possam voltam o olhar para a importância desses servidores”, disse.

O coordenador nacional da mobilização, Samuel Camelo, criticou a atual gestão e disse que o dinheiro da saúde não é bem aplicado para atender aos interesses dos servidores da saúde. “Sabemos que a prefeitura de Caruaru recebeu do Ministério da Saúde, só esse ano, cerca de 36 milhões de reais, ano passado 55 milhões e os trabalhadores da saúde trabalham em situação precária e o prefeito não atende as reivindicações da categoria e sequer nos recebe para conversar, isso tudo é lamentável”, expôs.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro