8 de outubro de 2013 às 22h46min - Por Mário Flávio

Terminou agora há pouco na Câmara Municipal de Belo Jardim a votação das contas da gestão do prefeito João Mendonça, na época do DEM, do ano de 2008. Por 8 votos a 4 a Câmara acaba de recusar o parecer do TCE, que recomendava a rejeição das contas. A decisão da maioria é fácil de se explicar pelo fato do prefeito João Mendonça (PSD) ter maioria na Câmara. Os vereadores que votaram a favor podem ter problemas junto ao TCE, já que existe uma parceria entre o Tribunal de Contas e o Ministério Público, para que em situações de voto político, o MPPE possa intervir.

No dia 04 de setembro desse ano, o TCE enviou a casa legislativa de Belo Jardim um parecer rejeitando, por unanimidade, as contas do atual prefeito de Belo Jardim. O relator levou em consideração vários critérios e observou inúmeras irregularidades, dentre essas estão:
– A não contabilização de mais de R$ 3,0 MILHÕES do INSS e BELO JARDIM – PREV;
– O descumprimento da LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal;
– Improbidade administrativa.
E vários outros itens citados.

ABAIXO OS VOTOS PELA REJEIÇÃO

Gilvandro Estrela (PV) – Não
Claudemir (PMDB) – Não
Dapaz (DEM) – Não
Jairzinho (PMDB) – Não
Tenente (PTB) – Sim
Patrícia (DEM) – Não
Vando de Guinaldo (PSD) – Não
Rafael Lopes (PT) – Sim
Dr Silvano (PTB) – Sim
Euno Filho (DEM) – Não
Nem Cabeludo (PSC) – Sim
Tio do Pastel (PSC) – Não


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro