25 de janeiro de 2013 às 07h25min - Por Mário Flávio

A Prefeitura do Altinho, no Agreste de Pernambuco, foi a única do Estado a ser contemplada pela aprovação da segunda fase do Programa Minha Casa Minha Vida – do Governo Federal – dentre os municípios que não tiveram a oportunidade de passar pelo processo de transição da antiga para a atual gestão municipal. Estas foram informações repassadas pela secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Márcia Valena, após retornar de encontro para a entrega da documentação pessoal dos beneficiários altinenses na Cehab (Companhia Estadual de Habitação), no Recife.

De acordo com a secretária, a antiga gestão não havia deixado nenhum dado adicional, a não ser a lista com nome e CPF de cada pessoa concorrente ao benefício. “Fizemos um mutirão e fomos em busca da localização de cada potencial beneficiário, pois perder uma casa não é o mesmo que perder algo sem valor, é uma oportunidade única para essas pessoas. Confrontamos os nomes registrados com outros cadastros feitos na cidade, a exemplo de prontuários hospitalar, localizamos os endereços de cada pessoa e fomos em busca da documentação necessária em cada residência. Conseguimos enviar esse material no último instante e, para nossa surpresa, fomos informados de termos sido o único município, dentre os que não realizaram transição governamental, que conseguiu ser contemplado por ter, não apenas localizado as pessoas, mas reunido toda a documentação necessária em tempo hábil”, destacou a secretária.

Nesta etapa, cerca de 50 moradores serão contemplados. A partir de então, a preocupação da gestão está pautada na avaliação do terreno onde as casas serão edificadas para, assim, realizar todos os trâmites burocráticos para a construção destas. A primeira etapa do Minha Casa Minha Vida na cidade contempla 60 beneficiários e já está em fase de finalização. “Em breve deveremos anunciar a data de entrega das primeiras 60 casas do programa”, finaliza Valena.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro