3 de novembro de 2013 às 11h50min - Por Mário Flávio

Mesmo com a presença maciça de policiais militares, civis e federais e até um helicóptero sobrevoando a cidade, o clima é de tranquilidade no município de Água Preta, zona mata sul do estado, que realiza eleição suplementar neste domingo. Disputam a eleição os candidatos Armando Souto (PDT) e Eduardo Coutinho (PSB). A cidade está dividida e ainda não dá para fazer uma previsão sobre o resultado do pleito, embora, Souto seja o favorito.

Mais de 33 mil eleitores devem ir às urnas no município. O pleito ocorre das 8h às 17h, horário vigente no estado. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), o município tem 94 seções eleitorais dispostas em 12 pontos.

ELEIÇÃO – Nas eleições de outubro, Eduardo Coutinho ficou em segundo lugar, mas o candidato mais votado, Armando Souto (PDT), foi cassado porque o registro da candidatura dele estaria irregular. Eduardo Coutinho foi então diplomado prefeito do município, em dezembro passado. Logo depois, o TSE decidiu anular as eleições e convocar um novo pleito.

Em agosto, o Tribunal Regional Eleitoral decidiu afastar Eduardo Coutinho do cargo. Ele conseguiu, porém, uma liminar no TRE para ficar na prefeitura até uma nova decisão do tribunal, decisão esta que saiu no dia 27 de agosto e determinou que a prefeitura do município ficaria sob a responsabilidade do presidente da Câmara Municipal, Elias de Alegrete (PTN).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro