5 de novembro de 2012 às 12h51min - Por Mário Flávio

Uma das grandes surpresas da nova composição do legislativo de 2013 foi a eleição do candidato a vereador Edjaílson Santos (PT do B), mais conhecido como Edjaílson da Caruforró, eleito com 1.335 votos, a menor votação entre os candidatos eleitos este ano. Nos bastidores, a aposta é de que o músico representaria os artistas de Caruaru, situação complicada, já que todo ano, principalmente durante o São João, instala-se alguma polêmica na cidade no que se refere principalmente à grade de programação e ao pagamento de músicos. Ele garante que vai defender propostas voltadas para os segmentos artístico-culturais, mas pondera que terá outras prioridades durante o mandato.

No contexto

Edjaílson será o representante dos artistas na Câmara de Caruaru

“Com certeza vou trazer propostas para a cultura, pois precisamos discutir como valorizar os artistas locais e oferecer um oportunidades para que os artistas possam mostrar seu trabalho na cidade, mas eu tenho outros projetos, a respeito de rede de abastecimento de água e de saneamento, porque sou funcionário da Compesa e tenho grade compromisso com minhas comunidades nos bairros Cidade Jardim, Cedro e no loteamento Copacabana, e claro, estarei a disposição da população de toda a Caruaru”, argumentou. Edjaílson é um tradicional músico de Caruaru e, através da bandas Caruforró e Máquina do Tempo. Líder comunitário no bairro do Cedro, ele conseguiu uma vaga graças ao coeficiente eleitoral. Apesar de ter disputado a eleição pela primeira vez, não recebeu apoios significativos da classe artística e cultural.

No que se refere à conquista da vaga na câmara, Edjailson ressaltou ainda que se sente agradecido pela oportunidade de representar o PTdoB, atuando na base do governo. “O PT do B nunca teve vereador eleito em Caruaru, sou o primeiro candidato eleito do partido. Meu relacionamento com os demais representantes do partido é muito bom. Muitos acham que eu fui o vereador menos votado, mas eu me considero o mais votado, porque todos os votos da minha legenda ficaram pra mim. Além disso, eu jamais seria eleito se não fosse pela minha base, formada pelo PT do B, PTC, PRP e PHS. Esses partidos foram os que me deram essa eleição. E ainda agradeço muito a Davi Cardoso, responsável por formatar os módulos proporcionais e eu me considerei contemplado com isso”, completou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro