21 de fevereiro de 2013 às 15h25min - Por Mário Flávio

Após a Atec emitir uma nota com um duro conteúdo, o presidente do Sismuc, Eduardo Mendonca, também se posicionou contra as declarações do líder no governo na Câmara, Dr. Demóstenes (PSD). Por meio de nota, o sindicalista disse que não existiu diálogo com a categoria. Segue a íntegra da nota:

“Se o projeto estava sendo construído há um ano e meio, a situação é pior do que pensava, pois, foi feito as escondidas. E se foi feito as escondidas, já estavam premeditando algo de ruim para categoria. Em momento algum o sindicato ou a Comissão Permanente de Negociação foi chamado para participar e se quer teve o conhecimento que isso estava acontecendo. Por várias vezes foi perguntado ao Secretário de Educação de Caruaru, quando seriam as alterações do PCC e sempre foi dito que no momento oportuno ia acontecer

Se o Vereador e líder do governo na Câmara Municipal, Demóstenes Veras, ou algum membro da Administração tinha esse conhecimento, manteve no mais absoluto sigilo. A educação não pode pagar pelos apertos financeiros da admoestação”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro