1 de fevereiro de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio
Eduardo Mendonça quer a nomeação de professores

Mendonça diz que categoria não foi ouvida

Já no fim da votação da sessão extraordinária realizada ontem na Câmara de Caruaru, o presidente do Sismuc Regional, Eduardo Mendonça, chegou na Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Ele questinou a aprovação do projeto de Lei, que visa a modernização do plano de cargos e carreiras para a educação em Caruaru, tendo em vista a necessidade observada na melhoria da formação continuada dos professores da rede municipal.

Segundo Mendonça, a categoria deveria ser ouvida antes da votação e o projeto pode prejudicar a classe. “Recebo essa informação com muita tristeza, mais uma vez a categoria que é tão dedicada ao que faz, foi traída, já que esse projeto veio na calada da noite para ser votado, com total desconhecimento da categoria. A discussão sobre esse PPC vem acontecendo desde a época em que Paulo Muniz era secretário e pedíamos desde aquele tempo que houvesse alteração, mas algo que fosse discutido com a categoria, não do jeito que aconteceu, a gente desconhecesse o conteúdo”, disse.

Ele ainda explicou que teve uma conversa com o novo secretário de Educação, Welson Costa, e garantiu que o mesmo também não conhece o conteúdo do Projeto aprovado na Câmara. “Conversei na semana passada com o professor Welson, e ele também desconhece esse projeto, já que tínhamos algumas sugestões para alterar na Lei. Aí pergunto: o que foi alterado vai atingir aos interesses da categoria ou do governo? Essa é a grande discussão”, garante.

O presidente do Sismuc diz que vai analisar o Projeto e após o início do ano letivo irá convocar uma assembleia para que a categoria discuta a Lei. “Nessa assembleia vamos apresentar o teor das mudanças a categoria e se eles decidirem ir para a rua, vamos para a rua, já sabemos esse caminho e não iremos nos perder”, explanou.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro