25 de abril de 2012 às 10h30min - Por Mário Flávio

Eduardo vai para o front com o atual presidente da Câmara

No governo o discurso é de paz amor. As desavenças com os dissidentes ou com o vice-governador, João Lyra (PDT), não são expostas e polêmicas são evitadas. No entanto, o ex-secretário Executivo de Relações Institucionais, Eduardo Guerra (PT), faz referências diretas e indiretas ao presidente da Câmara, Lícius Cavalcanti (PCdoB), e mostra que pretende bater de frente com o comunista.

Essa semana em duas oportunidade ele não perdeu a chance de alfinetar o ex-companheiro de partido. No programa Conteúdo, na última segunda-feira (23), o pré-candidato a vereador debatia a situação do PT em Caruaru e simplesmente tocou num assunto muito comentado nos últimos dias. “Gostaria de cobrar da Câmara uma posição mais clara de investigação sobre o roubo da coleção de Nelson Barbalho”. A pré-candidatura de Lícius também foi desqualificada por Eduardo Guerra. “Não vejo hoje em Caruaru, nenhum nome melhor que o prefeito Zé Queiroz para comandar a cidade”,

No mesmo dia, o ex-comunista seguiu para a Rádio Cultura, onde participou do Programa Cultura Entrevista, comandado pelo jornalista Hélio Júnior. Lícius foi convidado para dar um boa tarde, falou um pouco e na sequência levou um “toco” de Guerra. “…Tenho muito respeito pelo presidente Lícius, mas o espaço aqui hoje é do PT…”, disse.

Eduardo Guerra aina ironizou a visita de cortesia feita por Lícius ao prefeito Zé Queiroz (PDT), quando o mesmo participava de entrevista na última sexta, no Programa Mesa Redonda. “O presidente veio até a rádio retribuir uma visita que o prefeito fez na casa dele, conseguiu uma boa plateia”, disse. Pelo jeito as arestas entre ambos, que começou desde a eleição da Mesa Diretora, ainda seguem abertas.

Na época, Eduardo era presidente do PCdoB, e foi contra a candidatura de Lícius. Ele queria que o partido apoiasse o nome de Adolfo José, mas não conseguiu. Após a eleição de Lícius para a presidência do PCdoB, Eduardo decidiu ingressar no PT e vai ser candidato a vereador, com o aval do prefeito Zé Queiroz, do deputado federal, Wolney Queiroz e do suplente de senador, Douglas Cintra.

Desde a eleição de Lícius que os dois não se entendem


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro