11 de abril de 2012 às 10h24min - Por Mário Flávio

Eduardo Guerra se afastou de seu cargo como secretário de Relações Institucionais da prefeitura municipal de Caruaru para estar apto a disputar uma vaga na Câmara, pelo PT. No entanto, foi divulgado que as contas dele, referentes a 2004 e 2008, relacionadas a período de campanha polìtica e de contas particulares, teriam sido rejeitadas pelo TCE-PE. O que Eduardo nega, afirmando que houve apenas uma diferença financeira no cálculo original  das contas.

“Minhas contas referentes ao exercício de 2004 estão regularizadas, não há qualquer problema jurídico relacionado a estas, houve um pequeno impasse envolvendo minhas contas de 2008, mas foi uma diferença de alguns centavos na prestação de contas apresentada originalmente, algo que o juiz de registro de prestação de contas revisou e considerou irrelevante, sendo assim, não tenho problemas de inelegibilidade”, explicou Guerra.

Especula-se que essa divulgação de que as contas dele seriam rejeitadas teria vindo de militantes petistas de outras tendências que não veem com bons olhos a candidatura de Eduardo. Entre as quatro tendências do PT em Caruaru, cogita-se ainda as pré-candidaturas de Hérlon Cavalcanti e Djair Vasconcelos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro