9 de novembro de 2012 às 14h54min - Por Mário Flávio

20121109-145605.jpg

O governador Eduardo Campos realizou, nesta sexta-feira (09), um ajuste no secretariado estadual, necessário em função da saída do então titular da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Alexandre Rebêlo. No lugar de Rebêlo na Seplag, assume Fred Amâncio, que, por sua vez, passa o comando da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC) para Márcio Stefanni, ex-presidente da Ad-Diper. As mudanças já estão publicadas no Diário Oficial de hoje.

A solenidade de posse dos novos secretários aconteceu na Sede Provisória do Governo, no Centro de Convenções, e contou com a presença do vice-governador, João Lyra Neto, da primeira-dama Renata Campos, do futuro prefeito do Recife, Geraldo Julio, além de vários secretários estaduais, que fizeram questão de prestigiar os companheiros de trabalho.

Formado em Administração pela UPE e em Direito pela UFPE, Amâncio é funcionário público concursado como auditor fiscal do Tesouro Estadual, lotado na Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz), onde atuou por mais de 15 anos, Em 2010, foi convocado pelo governador Eduardo Campos para assumir a Secretaria Estadual de Saúde, deixando o cargo em 2011 para ocupar a vice-presidência do Porto de Suape. Com a saída de Geraldo Julio para disputar a Prefeitura do Recife, alçou ao posto de secretário de Desenvolvimento Econômico e também presidente Porto,

Já Márcio Stefanni é advogado de carreira e funcionário concursado do BNDES. Foi assessor da Presidência e da área de inclusão social e crédito do banco, chegando em 2011 à Ad Diper. “Sinto-me como um jogador que foi convocado para a seleção”, disse Stefanni, tentando definir a emoção de fazer parte equipe do primeiro escalão do Governo do Estado.

SEGUNDO ESCALÃO – Duas pastas do segundo escalão também sofreram alteração. Assume a vaga deixada por Stefanni, na Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Ad Diper), Roberto de Abreu e Lima Almeida, que era secretário Executivo de Desenvolvimento de Negócios, da SDEC. Já Nilton Mota, passa o bastão da presidência da Companhia Estadual de Ações e Obras (Cehab), para Ricardo Calheiros de Andrade Lima.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro