26 de outubro de 2012 às 12h45min - Por Mário Flávio

20121026-142717.jpg

Durante o lançamento do programa Chapéu de Palha Estiagem em Caruaru, nesta sexta-feira (26), o governador Eduardo Campos (PSB), atendeu brevemente à imprensa e preferiu não tecer comentários sobre o destaque que a revista internacional The Economist deu ao governador, ao levantar a possibilidade que ele seria una ameaça à reeleição de Dilma e que estaria em confronto com o PT, algo que a imprensa pernambucana relacionou ainda à recente reunião com secretários estaduais do Comitê para relatar dificuldades apresentadas nas ações desenvolvidas em parceria com a presidência.

“Apesar de todo o prestígio que o periódico tenha, não é meu papel comentar sobre notícias que saíram”, disse objetivamente o governador. Na verdade, Eduardo preferiu reforçar durante discurso que se faz mais importante reforçar a parceria com o governo federal, mas não passou um tom de confronto em suas colocações.

“Nós fizemos uma reunião, na sala de monitoramento da Sede do Governo, com vários secretários estaduais do Comitê Integrado de Enfretamento à Estiagem. Depois de mais de 4 horas, decidimos fazer algumas sugestões para melhorar as ações desenvolvidas em parceria com a União, assim como também sugerimos melhoria nos programas de complementação de renda”, colocou Eduardo.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro