27 de outubro de 2012 às 09h59min - Por Mário Flávio

Eduardo Campos diz que há um processo de litigação com o consórcio das obras da BR 104

Ainda durante a visita a Caruaru na sexta-feira (26), o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), respondeu sobre o andamento das obras de duplicação da BR 104 e ressaltou que o governo estadual espera uma reposta das empresas Queiroz Galvão, a Galvão Engenharia e a Delta Construções, integrantes do consórcio responsável pelos trabalhos na rodovia. Pelo posicionamento do governador, fora as cobranças recentes do Ministério Público de Pernambuco, parece que as empresas vão mesmo precisar dar uma resposta rápida sobre as falhas apontadas na construção.

“Estamos litigando com consórcio, o conjunto das empresas que ganharam a licitação, que começaram a fazer as obras. Nós identificamos erros construtivos na obra, notificamos as empresas para que corrigissem isso, eles disseram que não havia esses erros. Enfim, está aberto o prazo, fizemos auditoria, apresentamos para a empresa que agora já é a segunda, porque a primeira saiu do consórcio, e eles vão ter até a próxima semana pra dizer se vão corrigir ou se vão sair da obra, para, no caso, fazermos uma nova licitação”, observou Eduardo. As cobranças sobre o andamento das obras da BR 104 tem sido, aliás, uma constante da própria população de Caruaru, que reclama de falhas no planejamento urbano no trecho em que a duplicação passa pela cidade, o que tem gerado também cobranças por parte do Comitê Gestor das obras, da qual o prefeito Zé Queiroz (PDT) é presidente.

No contexto

Ministério Público quer explicações sobre atrasos na obra de duplicação da BR 104

Zé Queiroz diz que questão da BR 104 será resolvida

Saiba mais sobre PROFFA – Programa Federal de Auxílio a Aeroportos

AEROPORTO OSCAR LARANJEIRA NA COPA 2014

Além das obras da BR 104, o governador ainda pontou sobre as necessidades de recuperação do Aeroporto Oscar Laranjeira, em Caruaru, tendo em vista principalmente a proximidade com a realização da Copa do Mundo de 2014. “A gente já apresentou projeto ao PROFAA , temos nele (aeroporto) um importante equipamento de retaguarda inclusive para a Copa do Mundo de 2014, dentro do planejamento estratégico, ele é um importante equipamento para os vôos regionais, a própria Trip está analisando um vôo regional aqui para Caruaru. A gente quer não só prepará-lo para a Copa do Mundo, mas resgatas a aviação regional, que é uma carência para todo o interior de Pernambuco”, completou.

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro