8 de março de 2012 às 18h26min - Por Mário Flávio

O governador Eduardo Campos anunciou as novas políticas públicas de gênero que serão realizadas pelo Governo do Estado durante o ano de 2012, reforçando, principalmente, os serviços de saúde e segurança, que juntos receberão cerca de 41 milhões em investimentos.

Realizado nos Jardins do Palácio do Campo das Princesas, o café da manhã em homenagem ao dia 8 de março teve um gostinho mais saboroso este ano. As dezenas de mulheres presentes puderam aplaudir a iniciativa do governador de ampliar os atendimentos à população feminina no diagnóstico e tratamento do câncer de mama e colo do útero – uma das enfermidades que mais matam mulheres no mundo.

A decisão aumenta em mais de um milhão os exames diagnósticos por ano, ao estender ao Sertão Central os serviços do Sistema Público de Saúde (SUS). A região era a única do estado fora do credenciamento. Serão contemplados os municípios de Salgueiro, Belém do São Francisco, Cedro, Mirandiba, Serrita, Terra Nova e Verdejante.

Eduardo garantiu que a partir de junho, independentemente da localidade onde morem, todas as pernambucanas passarão a contar com exames preventivos e de mamografias. O governador disse ainda que levará a assistência gratuita inclusive para onde não há a presença do Estado. “Nos lugares onde o Estado não tiver uma unidade de saúde apta a prestar o serviço, estaremos credenciando entidades privadas para garantir o direito de ter um serviço de referência na sua própria região.”

Moradora do município de Salgueiro, Geogina Delmondes, 61, faz parte da assessoria de educação da Fetape e não vê a hora de mobilizar as mulheres de sua cidade para a importância de realizar exames periódicos. “Vamos divulgar essa assistência maravilhosa que o Estado está garantido a nós moradoras de uma área tão distante da capital. Elas precisam saber que toda mulher precisa se consultar no mínimo uma vez por ano”, destacou.

Outra boa notícia anunciada por Eduardo foi a reformulação da Lei Nº.12.721. O novo texto enviado à Assembleia institui a notificação obrigatória da violência doméstica em Pernambuco. A determinação serve para toda a rede pública e privada de saúde do estado.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro