18 de abril de 2013 às 19h06min - Por Mário Flávio

20130418-190747.jpg

O governador Eduardo Campos (PSB) comentou hoje a tarde em Surubim, onde esteve para anunciar obras de abastecimento de água, a votação na Câmara Federal que tira parte dos direitos dos novos partidos. A decisão foi tomada justamente no ano em que a ex-ministra Marina Silva, ensaia criar a REDE, uma nova legenda. Além disso, a fusão entre PMN e PPS teve que ser feita as pressas para evitar problemas futuros e perdas de tempo no guia e recursos junto ao fundo partidário.

O socialista, que a cada dia consolida a candidatura a presidência no ano que vem, criticou a votação dos deputados e citou o exemplo do PSD para alfinetar os aliados do PT, partido que encabeçou a nova Lei. “Eu e tantos outros brasileiros somos de uma geração que lutamos por democracia e isso pressupõe que as pessoas podem se organizar em partidos. Tivemos recentemente a criação de um partido que criou-se com a ajuda de muitas outras legendas, que foi o PSD e teve direitos assegurados. Esses mesmos direitos que couberam ao PSD devem caber também para os outros partidos. Sou favorável que se garanta a REDE, partido que está sendo criado por Marina Silva e tantos outros brasileiros do bem, os mesmos direitos do PSD”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro