22 de janeiro de 2014 às 12h15min - Por Mário Flávio

Mais um imbróglio para apimentar a discussão sobre a anulação da votação que aprovou o empréstimo de R$ 250 milhões para construir o BRT em Caruaru. De acordo com o secretário jurídico da Câmara de Caruaru, Bruno Martins, todos os atos antes da votação são válidos juridicamente.

No entanto, a dúvida recai sobre os pareceres das Comissões da Casa, que emitiram decisões favoráveis ao projeto. Integram três Comissões vereadores que foram presos na Operação Ponto Final. Esses documentos são válidos? A Polícia Civil disse que os parlamentares estariam tentando obter vantagens para votar a favor desse projeto.

Se novos pareceres precisarem ser emitidos, outros membros das Comissões teriam que ser nomeados, para que novos documentos sejam emitidos. Abaixo segue a relação dos integrantes de cada Comissão que emitiu parecer favorável ao empréstimo do BRT.

Comissão de Legislação e Redação de Leis

Presidente: Marcelo Gomes
Membros: Dr Demóstenes e Rozael

Comissão de Finanças e Orçamento

Presidente: Lula Torres
Membros: Jadiel Nascimento e Evandro Silva (presos na Operação Ponto Final)

Comissão de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos

Presidente: Ricardo Liberato
Membros: Romildo Oscar e Val (preso na Operação Ponto Final)

Comissão de Meio Ambiente

Presidente Marcelo Gomes
Membros: Edmilson do salgado e Eduardo Cantarelli (preso na Operação Ponto Final)


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro