17 de fevereiro de 2012 às 07h30min - Por Mário Flávio

O vereador Dr. Demóstenes (PSD) segue mostrando a personalidade forte. Numa entrevista concedida ao jornalista Hélio Júnior, na Rádio Cultura, o médico soltou o verbo mais uma vez. Ele disse os motivos que o levam a ter uma postura de independência na Câmara de Caruaru. “Não faço política porque quero me dar bem, não faço política por interesses pessoais e nem dependo da política para sobreviver.  Sou um político independente, o que achar que devo falar falo, o que achar que devo cobrar, vou falar. O que eu, Rogério e Lícius fazemos é devido a uma postura de independência. Pior são aqueles que falam mal do prefeito dentro dos gabinetes”, pontuou.

Em outro trecho da entrevista, o político voltou a dizer que é favor do surgimento de uma nova via na cidade, mesmo não acreditando que tal situação aconteça na eleição desse ano. “Mesmo sendo Queiroz ou qualquer outra pessoa, sempre vou defender a nova via, uma força alternativa em Caruaru tem que existir, sei que devido a falta do segundo turno, tal situação não deve acontecer ainda em 2012. Vou sempre brigar por isso, a gente deve buscar novas alternativas”, disse.

O vereador ainda criticou as pessoas que ele disse fazer o verdadeiro fogo amigo, e sempre incitam a briga dele com o prefeito de Caruaru. “Agora no carnaval tirei uma foto ao lado de Tony e Miriam, qual o problema nisso? Só porque tirei foto com ele quer dizer que vou votar nele? Ora, agora mesmo apareceu uma foto de Eduardo com Jarbas, quer dizer que eles são aliados? As pessoas precisam acabar com essa política atrasadasa”, comentou.

O médico e vereador não acredita numa eleição fácil mesmo com toda estrutura a favor da Frente Popular. “Não podemos subestimar a oposição, vejam o exemplo de eleições anteriores, quando o grupo liderado por Tony Gel. Vou subir no palanque do candidato da Frente Popular, seja ele quem for, mas não aposto na terceira via sem o primeiro turno, temos que ter juízo. O nosso adversário não é Zé Queiroz, é Miriam Lacerda, por isso que não podemos dividir o grupo. Adianto uma coisa, a composição deve ser amplamente debatida, e o prefeito Queiroz, o vice-governador João Lyra, Lícius, as deputadas e principalmente aos vereadores devem participar da discussão sobre a composição da chapa”, disparou.

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro