12 de fevereiro de 2021 às 08h57min - Por Mário Flávio

Hoje a música brasileira celebra os 80 anos do Mestre Dominguinhos. Um dos maiores nomes da música brasileira, que nos deixou e com isso uma lacuna enorme na cultura popular. Parcerias com Anastácia, Nando Cordel, Gilberto Gil e Luiz Gonzaga nos deram canções belíssimas.

Entre as obras estão: Eu Só Quero um Xodó, Abri a Porta, De volta pro meu Aconchego, Lamento Sertanejo, Tenho Sede, Isso aqui tá Bom Demais, Pedras que Cantam e tantas outras.

Lembro de uma passagem quando eu trabalhava na extinta TVI e o Mestre ia nos conceder uma entrevista e eu estava sozinho. Quando ele entrou fiquei todo sem graça por ver um ídolo de perto. Lembro que eu disse: Seu Dominguinhos, me desculpe, estou sem saber o que dizer na sua frente. Sou seu fã.

Ele com toda humildade disse: Que é isso, rapaz! Na época eu nem lembreu de tirar uma foto para eternizar aquele momento. Mas ele nos concedeu a entrevista e claro que deu a famosa palhinha.

Só nos resta agradecer a esse ícone da música por ter contribuído tanto com a nossa música, seja no forró, MPB ou outros estilos que o pernambucano entrou para a história. Obrigado, seu Domingos!


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro