29 de abril de 2012 às 13h08min - Por Mário Flávio

O clima esquentou nos debates quando o militante Divanilson Galindo usou o microfone. Ele fez questão de sair dos discurso utópicos e cheios de elogios para mandar um recado curto e grosso sobre as eleições de Caruaru. “O PT não está no colo de ninguém. O partido tem um projeto para ser apresentado aos nossos candidatos. Temos pessoas muito capacitadas e que têm condições de melhorar o debate em Caruaru. O PT não vai ser escravo dos caciques políticos de Caruaru, o nosso partido precisa avançar e jamais ser subordinado”, após o fim da fala, Divanilson foi muito aplaudido.

Ele faz parte da nova gereação e defende abertamente que o partido sente a mesa para que possa fazer parte de uma conjuntura política no futuro.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro