24 de janeiro de 2013 às 11h40min - Por Mário Flávio

Em nota, a Diretoria de Juventude da prefeitura de Caruaru explicou a articulação para o debate Roda de Conversa, que mobiliza jovens anualmente para discutir diferentes temas. Segundo a entidade, os membros da Frente Popular Jovem já haviam sido chamados para que fosse realizada uma reunião nesta quinta-feira (24).

Segue a nota

Diretoria de Juventude da Prefeitura Municipal de Caruaru é o órgão da administração municipal responsável por articular, propor e executar políticas públicas para o segmento juvenil.

Há alguns anos a Diretoria realiza a Roda de Conversa, espaço de debate com organizações, militantes e jovens de Caruaru, sobre os mais diversos temas. Essa política serve ao nosso objetivo de fortalecer o diálogo entre o poder público e a sociedade civil organizada e a juventude do município.

Neste mês de Janeiro, a Roda de Conversa será realizada no Museu do Barro, no dia 31, às 18h30min, abordando o tema “Juventude, Redes Sociais e Blog’s e a mobilização da atividade foi iniciada apenas no dia de ontem (23 de Janeiro), por meio de evento aberto publicado no Facebook e release enviado a diversos organismos de imprensa local.

No que diz respeito ao diálogo específico com cada organização de juventude, comunicamos que neste mês de Janeiro estamos entrando em contato com diversas organizações de juventude com o objetivo de reafirmarmos nossa disposição ao diálogo amplo e que já havíamos marcado reunião, agendada para as 10h desta manhã com os membros da Frente Popular de Juventude e estamos aguardando sua chegada.

Entre as organizações contatadas, além da Frente Popular de Juventude, figuram o Setor de Juventude da Diocese, UJS, Grupo Legião Brasileira de Capoeira (Graduado Magão), Movimento Mudança, etc.

Esta rodada de reuniões tem por objetivo conhecer as proposições e críticas ao trabalho desenvolvido pelo órgão, já que recentemente houve alteração em nossa Gerência de Articulação e Planejamento, bem como na Gerência de Programas e Projetos.

Sem mais para o momento, declaramo-nos abertos à construção coletiva, pois acreditamos ser essa a melhor forma de alcançarmos os objetivos desta diretoria, afinal de contas, “não existe saída individual para problema coletivo”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro