8 de março de 2012 às 18h31min - Por Mário Flávio

Um dia depois de a presidenta Dilma Rousseff sofrer a primeira derrota imposta pela sua base aliada no Senado, em especial o PMDB, o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), disse que estão previstas conversas da presidenta com as bancadas de cada partido da aliança política.

Ontem (7), a indicação, pelo Executivo, do nome de Bernardo Figueiredo para ocupar o cargo de diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi rejeitada pelo Senado por 36 votos, sendo a maioria deles de parlamentares governistas. O senador Roberto Requião (PMDB-PR) chegou a apresentar requerimento para adiar a votação da matéria, mas, como o pedido foi derrotado, o presidente do Senado, José Sarney, colocou a mensagem presidencial com o nome de Figueiredo em votação.

“O governo terá que correr atrás do prejuízo. O PMDB, por ser o maior partido, foi o que teve maior número de senadores [que votaram contra a indicação presidencial], mas, proporcionalmente ao tamanho de cada bancada, ficou claro que se trata de uma insatisfação generalizada, que precisa ser estancada”, destacou o líder.

Perguntado quando seriam iniciadas as conversas com os partidos aliados, ele disse que depende apenas da presidenta marcar. Nesses encontros, estaria presente, também, a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro