25 de junho de 2012 às 22h19min - Por Mário Flávio

A Executiva estadual do PT ainda não decidiu se vai romper com o PSB em outras cidades. O baque sofrido com o anúncio do apoio do PMDB a candidatura de Garaldo Júlio, ainda não foi digerido pelos petistas. A possível retaliação a aliança entre Eduardo e o PDT de Zé Queiroz, será definida às 10h numa reunião da estadual.

Se depender do presidente do PT em Caruaru, Vanúccio Pimentel, o partido não muda a posição e fica no palanque do pedetista. “Conversei agora há pouco com o deputado federal João Paulo e externei toda a preocupação. A situação de Recife é totalmente diferente de Caruaru, mas vamos esperar a resolução da estadual. Temos uma convenção na quarta e até lá vamos ter uma decisão, por enquanto, o PT está com Queiroz”, disse Pimentel.

No entanto, a situação é pra lá de delicada. Em Olinda, o PT também deve romper com o PSB, já que o PCdoB decidiu apoiar Geraldo Júlio e com isso Tereza Leitão deve ser candidata contra o prefeito Renildo Calheiros. O rompimento em Recife, Olinda e Petrolina, entre PT e PSB, pode ter reflexo em Caruaru.

Mesmo sem tempo hábil de apresentar um nome de peso, a decisão pode ser para retaliar a aliança entre Eduardo e os demais partidos da Frente Popular, que isolaram o PT no Recife.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro