24 de maio de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

Todo mês de junho inicia o debate sobre a despesa gerada com os camarotes no São João de Caruaru. Por ser uma Casa Legislativa e não ter receita própria, a Câmara Municipal não pode ter esse tipo de despesa e tradicionalmente as despesas são bancadas pelo Executivo. No entanto, o prefeito Zé Queiroz (PDT), já sinalizou que esse ano não vai bancar o buffet dos edis, o que gera muito debate na Casa Legislativa.

O presidente da Casa, vereador Leonardo Chaves (PSD), confirmou ao blog que a Câmara não pode ter esse tipo de despesa e questionou o valor gasto com o buffet em 2012, cerca de 220 mil reais. “Não consigo entender essa matemática, já que o camarote da Câmara era duas vezes menor que o da prefeitura e a despesa com o buffet foi praticamente a mesma, uma situação absurda”, disse. Enquanto a Casa Legislativa gerou cerca de 220 mil de despesa com comes e bebes, a prefeitura gastou cerca de 250 mil reais com esse tipo de despesa.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro