14 de agosto de 2013 às 20h25min - Por Mário Flávio

Plenário da Alepe

Os deputados pernambucanos ainda precisam chegar a um consenso sobre tornar ou não as votações abertas, transparentes, na Casa. Isso porque o Substitutivo de autoria da Comissão de Justiça que estabelecia a votação aberta em todas as situações na Assembleia Legislativa, com exceção da eleição da Mesa Diretora e da cassação do mandato parlamentar, foi prejudicado e será arquivado. A proposição obteve 28 votos no Plenário da Assembleia, quando precisava de 30 para sua aprovação. O substitutivo modificava as Propostas de Emenda à Constituição (PEC) nº 3 e n°4, que nesta quinta, serão votadas separadamente.

A PEC nº 3, de autoria de Maviael Cavalcanti (DEM), prevê o voto fechado para algumas situações. Caso a proposição também não consiga quórum para aprovação, entrará em pauta a PEC nº 4, de autoria de Sílvio Costa Filho (PTB), que determina voto aberto em todas as votações. A ordem de apreciação em plenário obedece ao critério de antiguidade de apresentação das propostas. Silvio Costa Filho acreditava que haveria um entendimento para a aprovação do Substitutivo.

Foto: Roberto Soares


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro