26 de fevereiro de 2012 às 12h20min - Por Mário Flávio

Um projeto de Lei deve levantar muita polêmica nos próximos dias. O deputado federak, José Mentor (PT-SP), quer proibir às emissoras de televisão em todo o território nacional, abertas ou por assinatura, “a transmissão de lutas marciais não olímpicas”, ou seja, “combates físicos pessoais” não reconhecidos pelo Comitê Olímpico Brasileiro. Para ser mais exato, ele quer proibir as lutas de MMA, que viraram febre na TV a cabo e começam a ganhar corpo na rede Globo.

Em seu artigo 2º, o projeto diz que as lutas marciais “não violentas”, inclusive as não olímpicas, podem ser transmitidas pela TV, “desde que essa condição [não violenta] seja previamente atestada pelo Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana”. O descumprimento da lei, arremata o projeto, implica multa de R$ 150 mil, valor que será aplicado em dobro em caso de reincidência. Caso a emissora incorra em desrespeito à legislação, sua concessão pública será cassada.

O projeto deve render muita confusão, já que temos muitos deputados que são a favor da luta, que foi difundida no Brasil pela família Gracie e hoje tem em Anderson Silva a principal referência. Você pode ler mais detalhes sobre o projeto no site do Congresso em Foco.

 

O projeto prevê multa e suspensão da concessão das emissoras que mostrarem a luta

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro