20 de fevereiro de 2018 às 18h26min - Por Mário Flávio

Do Antagonista

Cristiano Zanin protocolou às 18h08 os embargos de declaração no TRF-4, em Porto Alegre, que condenou Lula por 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

O recurso não permite reverter a sentença, já que o parecer dos três desembargadores foi unânime. Nos embargos de declaração, a defesa pode verificar se existe dúvida, contradição ou explicação a ser dada pelo TRF-4 sobre a decisão.

Os embargos serão julgados pela mesma turma que condenou Lula: João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Laus. Não há prazo para isso, mas eles costumam ser rápidos.

Não custa lembrar que, uma vez esgotadas as possibilidades de recurso no TRF-4, a pena –Lula preso– pode ser executada.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro