17 de fevereiro de 2014 às 19h46min - Por Mário Flávio

20140217-212717.jpg

É grande a expectativa do anúncio do apoio do prefeito Zé Queiroz (PDT) a candidatura do governador Eduardo Campos à presidência da República. Caso essa situação seja confirmada o PT de Caruaru terá que decidir se entrega ou não os cargos no governo municipal. São três Pastas ocupadas por petistas: Saúde, Participação Social e Mulher, além da diretoria de Cultura, todas de suma importância no organograma da prefeitura. O diretório estadual do PT determinou que a decisão vai caber ao diretório local, diferente do que ocorre em âmbito estadual, já que o partido decidiu que os companheiros devem entregar os cargos no governo Eduardo Campos (PSB).

Com isso, as alas que nunca tiveram muito espaço na atual gestão terão o podem ter o poder de decidir os rumos da legenda em Caruaru. Das oito tendências, sete fecharam com a candidatura de Adilson Lira para presidente e cobram por um espaço maior na gestão. A tendência MAIS ocupa duas secretarias e hoje tem um número pequeno na direção do partido. Dos 33 membros do Diretório, conta com sete representantes e dos 11 da Executiva, são apenas três.

Caso a decisão seja de ficar no governo, poderá ter que ceder espaço para outros grupos, o que pode trazer desconforto em certas ocasiões. A expectativa é que o chefe do Executivo decida logo a sua situação, para que os petistas de Caruaru também tomem um rumo e evitem o desgaste desnecessário para o momento, já que todos os filiados do partido dizem que a prioridade é a reeleição da presidenta Dilma.

Ainda é cedo para qualquer prognóstico, mas dificilmente o partido deve manter os cargos, caso a decisão do prefeito Zé Queiroz seja apoiar o nome de Eduardo Campos. A conferir.

TENDÊNCIAS – O PT de Caruaru conta com oito tendências: DS – Democracia Socialista, que tem como líderes Luiz Costa, Renato Carvalho, Cloves Santos e Adilson Lira); MAIS- Movimento Ação e Identidade Socialista – Louise Caroline e Elba Ravane; Mensagem ao Partido – Rogério Meneses; Construindo um Novo Brasil – Divanilson Galindo; Semeando Estrelas – Herlon Cavalcanti; Esquerda Marxista – Cida Professora e Almani; Articulação de Esquerda; e Movimento Rural – Wilon Sobral.

GREVE? – Os professores de Caruaru participam de assembleia nesta terça-feira. A categoria vai debater sobre os últimos acontecimentos e deliberar sobre o futuro do movimento. A greve dos professores da rede municipal pode ser deflagrada. A assembleia ocorre a partir de 14h na sede da União Beneficente dos Artistas.

COMISSÃO – A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Caruaru, que vai apurar a conduta dos vereadores envolvidos na Operação Final, volta a se reunir nesta terça-feira (18), às 14h30. Na ocasião os primeiros documentos coletados devem ser apresentados pelo jurídico da Câmara. A comissão é composta pelos vereadores Ricardo Liberato (PSC), José Ailton (PDT), Marcelo Gomes (PSB), Demóstenes Veras e Rozael do Divinópolis, ambos do PROS.

SUPLENTES – A Comissão de Ética conta ainda com os suplentes Edjailson da Caru Forró (PTdoB), Edmilson do Salgado (PCdoB), Ranilson Enfermeiro (PTB), Lula Tôrres (PR) e Heleno do Inocoop (PRTB). Esses últimos podem ser acionados caso algum titular falte. Eles também irão analisar tudo para votar a favor ou contra uma possível punição para aos dez parlamentares investigados pela Operação Ponto Final.

EXPECTATIVA – Os vereadores afastados seguem na expectativa do julgamento da apelação junto ao Tribunal de Justiça para que eles voltem as funções legislativas. A defesa trabalha com a possibilidade do julgamento ocorrer ainda essa semana e quem sabe antes do carnaval, os dez reassumirem os mandatos na Casa Legislativa.

JUNTOS E MISTURADOS – A cada dia fica evidente a aliança entre PT e PTB. Os senadores Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro Neto (PTB) estiveram juntos em Petrolina. Os dois e o prefeito Júlio Lóssio (PMDB), além dos deputados estaduais Adalberto Cavalcanti (PTB), Izabel Cristina e Odacy Amorim (PT), prestigiaram nesta segunda-feira (17) a posse do novo superintendente da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba), João Bosco Lacerda. A solenidade foi conduzida pelo presidente da estatal, Elmo Vaz, e contou ainda com as participações de dezenas de prefeitos dos sertões do São Francisco, Central e do Araripe, além de produtores e trabalhadores rurais.

A BOLA DA VEZ – Após uma forte especulação o nome que ganha força nos bastidores do PSB é o do deputado federal licenciado Danilo Cabral. Por sofrer menos resistência junto aos socialistas, teria sido o escolhido para suceder o governador. A expectativa é que a indicação possa ser anunciada até a próxima quinta-feira na Capital. Com isso, Rands iria para a coordenação nacional, FBC tentaria uma vaga na Câmara e os secretários Paulo Câmara e Tadeu Alencar continuarão fazendo parte do núcleo duro do partido.

DEFINIDA – Com a indicação do PSB e a vaga de vice ficando para Raul Henry, a chapa majoritária iria apenas ficar faltando um nome para o senado. O deputado federal Eduardo da Fonte seria o mais cotado. Ele tem voto, prestígio e por ser jovem, representaria a renovação da vaga de Jarbas Vasconcelos. Além disso, vai dar preciosos minutos do PP para o horário eleitoral gratuito. A conferir.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro