1 de agosto de 2013 às 22h25min - Por Mário Flávio

O número de cargos comissionados no Governo pernambucano motivou, nesta quinta (01), o pronunciamento do líder da Oposição, deputado Daniel Coelho, do PSDB. O parlamentar deu entrada em um pedido de informação, solicitando detalhes sobre as vagas e seus ocupantes. Daniel comentou que Pernambuco tem mais comissionados que os Estados do Piauí e Ceará juntos. O parlamentar alegou que a bancada quer saber a função de cada um e sua real necessidade.

A sugestão do deputado é que o Estado faça uma reforma administrativa e enxugue o quadro em 30% dos comissionados, a fim de tornar a gestão mais eficiente, melhorando os serviços à população. Daniel Coelho acrescentou que o momento é de moralização na política. E a situação das estradas nunca esteve tão ruim como agora. Nas escolas há rodízios de aula, por falta de salas, e na saúde também não existe melhora. O deputado defendeu, ainda, a necessidade de concurso público.

Em aparte, Terezinha Nunes e Betinho Gomes, ambos do PSDB, endossaram o pronunciamento. Terezinha argumentou que, além do movimento nas ruas pedindo mais transparência, existe a dificuldade de o Governo fechar as contas, citando, também, o grande número de terceirizados. Betinho destacou a importância de diminuir a estrutura da gestão para garantir mais investimentos.

O presidente da Casa, deputado Guilherme Uchoa do PDT, e Ângelo Ferreira, do PSB, registraram várias ações do Executivo, a exemplo de concursos públicos, construções de hospitais e Unidades de Atenção Especializada, além de escolas técnicas. Uchoa informou que o número de policiais militares dobrou e no Sistema Penitenciário o quadro triplicou. Ele ressaltou, também, o crescimento de vagas na rede pública de saúde. O presidente acrescentou que as estradas serão recuperadas no final das chuvas. Ângelo Ferreira afirmou que o Governo já tem cerca de 23 mil servidores concursados. Da Assessoria.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro