10 de outubro de 2013 às 20h25min - Por Mário Flávio

O deputado Daniel Coelho (PSDB) fez um apelo ao Governo do Estado, nesta quarta (09), para a convocação de dois mil e 400 aprovados em concurso público para agente penitenciário. Segundo o parlamentar, a seleção foi realizada em fevereiro de 2010 e homologada em julho de 2011, mas nenhum dos aprovados foi convocado.

Daniel ainda acrescentou que o grupo aguarda a nomeação e vem realizando protestos pacíficos em prol da sociedade, como doação de sangue e de cestas básicas. Na opinião do parlamentar, os concursados lutam pelo direito de trabalhar e servir ao Estado, protestando com ações que beneficiam a sociedade, ao invés de causar baderna e transtorno para população.

De acordo com o deputado, o sistema penitenciário pernambucano conta com mais de 30 mil presidiários e 1467 agentes, o equivalente a 22 detentos para cada agente. Segundo ele, as normas de segurança apontam como proporção ideal um agente para cada cinco presos, o que demonstra a necessidade de contratação de 5 mil profissionais.

Daniel Coelho ressaltou que a falta de estrutura e a remuneração baixa vem contribuindo para a desistência de muitos desses agentes. O deputado destacou que, apesar dos benefícios do Pacto Pela Vida, o problema no sistema carcerário de Pernambuco interfere diretamente no crescimento do programa. Ele solicitou a criação de uma comissão para intermediar as negociações entre os aprovados no concurso e o Governo.

Em aparte, os deputados Maviael Cavalcanti, do Democratas, Terezinha Nunes, do PSDB, Sérgio Leite e Odacy Amorim, ambos do PT, apoiaram o pronunciamento de Daniel Coelho.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro