23 de abril de 2014 às 19h02min - Por Mário Flávio

20140423-190247.jpg

O deputado Daniel Coelho (PSDB) afirmou, nesta quarta (23), estar bem impressionado com a intenção do governador João Lyra Neto de investigar as causas da disparidade entre os índices educacionais na Região Metropolitana e no Interior do Estado. O parlamentar explicou que os números verificados nos últimos levantamentos do Índice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco (Idep) apontam que há diferença entre as metas estabelecidas para o Grande Recife e demais municípios.

Segundo o deputado, estudo feito por uma consultoria particular mostra que os índices educacionais do Estado são preocupantes. A pesquisa revela que 0,6% de escolas são consideradas de excelência, enquanto 43 % são regulares, 29% estão em situação de alerta e 27% não atingiram a meta mínima, e estão em declínio.

Para Daniel Coelho, mesmo que o Estado tenha obtido avanços econômicos e implantado alguns projetos na área, como as escolas integrais e o programa de intercâmbio Ganhe o Mundo, estudos revelam que a educação ainda tem muito a melhorar. Ele acredita que o Governo está dando um passo importante para que, finalmente, a educação tenha prioridade.

Terezinha Nunes, do PSDB, Sérgio Leite e Odacy Amorim, do PT, Adalberto Cavalcanti, do PTB, e Maviael Cavalcanti, do Democratas, lembraram que os problemas da educação pública são antigos e que Pernambuco precisa dar mais valor ao segmento.

Já Waldemar Borges, Diogo Moraes e Ângelo Ferreira, do PSB, além do Pastor Cleiton Collins, do PP, concordaram que os investimentos sempre devem aumentar, mas salientaram que as ações do setor nos últimos sete anos estão bem adiante do que foi realizado no passado.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro