14 de fevereiro de 2016 às 15h52min - Por Mário Flávio

Do G1

O senador Cristovam Buarque decidiu deixar o PDT depois de mais de uma década para se filiar ao PPS. A mudança deve ocorrer na próxima quarta-feira (17).Cristovam é cotado para ser candidato a presidente da República pelo partido, em 2018.Em conversa com o Blog, neste domingo (14), Cristovam confirmou sua decisão de mudar de partido. Ele lembrou que, quando deixou o PT para se filiar ao PDT, o partido era de oposição.”Saí do PT quando o PT estava no auge do poder. Depois disso, Carlos Lupi pegou um ministério e entrou no governo e sempre dizia que o PDT sairia em dois meses, o que nunca aconteceu”, declarou o senador.

Ele ainda alfinetou o movimento do PDT de lançar Ciro Gomes como candidato ao Planalto.Ressaltando que Ciro nada tem a ver com casos de corrupção, Cristovam disparou: “Ciro é o Maluf do PT, já que os militares apoiaram Maluf no fim da ditadura para continuar no poder com um civil.”A avaliação de Cristovam é que o PT pode apoiar Ciro Gomes em 2018 para continuar no poder. Ao Blog, o senador reclamou sobre o fato de o PDT não ter proposto prévias abertas para a definição das candidaturas do partido.Questionado sobre sua candidatura à Presidência pelo PPS, Cristovam não descarta esse cenário. “Agora, não vou para o PPS com o compromisso de ser candidato”, disse.

Neste domingo, Cristovam Buarque também criticou o governo. Para ele, o país está decadente e o Estado quebrou.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro