2 de abril de 2013 às 11h30min - Por Mário Flávio

20130402-114150.jpg

Como se não bastasse a péssima campanha dentro de campo e ocupando a lanterna da competição, a crise aumentou no Central. Hoje pela manhã os jogadores se reuniram e decidiram parar as atividades. De acordo com as primeiras informações repassadas pelos próprios jogadores, os atletas não irão treinar hoje a tarde e só aceitam retomar os trabalhos após uma resposta da diretoria sobre o atraso nos salários. Já são dois meses sem receber os vencimentos e muita reclamação por parte da falta de estrutura.

Essa semana até a melancia que os jogadores usam para recuperar a energia após o treino faltou. Ainda existem queixas sobre falta de remédios e dinheiro para realizar exame de ressonância magnética. A diretoria centralina tenta minimizar o problema e a bomba deve cair no colo do presidente Sivaldo Oliveira, que está viajando fazendo um tour pela Europa e retorna a Caruaru nesta quinta-feira.

PROTESTO – E hoje a tarde, a partir de 15h um grupo de torcedores irá promover uma manifestação ao lado do Estádio Lacerdão, devido a péssima campanha do Central no Campeonato Pernambucano, já que a Patativa ocupa a lanterna da competição e para muitos segue ameaçada de rebaixamento, devido a falta de qualidade no elenco, que fez um bom primeiro turno e despencou na segunda etapa da competição, ocupando a lanterna com apenas sete pontos.

O Central não tem mais chances de entrar no G4 e vai para o octagonal da morte, no qual serão decididos os dois times rebaixados para o ano que vem. Os torcedores estão convocando os insatisfeitos pelo grupo do Central no facebook e prometem um protesto pacífico com faixas criticando a atual gestão do presidente e vereador Sivaldo Oliveira.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro