23 de fevereiro de 2021 às 09h35min - Por Mário Flávio
Vacinação dos profissionais de saúde, veterinários e agentes funerários com 60 anos ou mais de idade, que estam na ativa, na Clínica da Família Estácio de Sá, na região central da cidade. O município do Rio de Janeiro ampliou hoje (27) o público-alvo da campanha de vacinação contra a covid-19.

Um avião com 2 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca chegou ao Brasil no início da manhã desta terça-feira (23). A aeronave doses importadas pela Fiocruz do Instituto Serum, na Índia, um dos centros produtores do imunizante.

Esse é o segundo lote de doses importadas da Índia que o Brasil recebe. Em janeiro, o Brasil recebeu 2 milhões de doses do imunizante produzido na Índia.

O novo lote se soma aos 11,8 milhões de doses já distribuídas. As novas doses são entregues, provavelmente a partir desta quarta-feira (24), aos estados, que, por sua vez, organizam a logística de envio aos municípios.

O montante foi descarregado no Rio de Janeiro e armazenado na sede da Fiocruz. Em solo brasileiro, em obediência às normas regulatórias, as vacinas passarão por checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem – com etiquetagem das caixas com informações em português – no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

No dia 27 de fevereiro, o Ministério da Saúde prevê que o Brasil deve receber também mais dois lotes de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), com o equivalente de insumo para produção de cerca de 12 milhões de doses da vacina de Oxford pela Fiocruz, no Brasil.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro