14 de março de 2020 às 08h51min - Por Mário Flávio

A disseminação global do novo coronavírus fez com que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarasse que vivemos uma situação de pandemia, devido ao aumento no número de casos de covid-19 (doença provocada pelo vírus). Apesar de não existir registro de casos confirmados no município de Caruaru, as empresas de ônibus que integram o Sistema de Transporte Publico de Passageiros de Caruaru ( STTP) tem se preocupado com o contágio desses e outros vírus dentro do transporte público.

De acordo com informações da OMS, o novo coronavírus se espalha principalmente pelo contato com uma pessoa infectada por meio de gotículas respiratórias geradas pela tosse ou espirro, que podem ser inaladas ou contaminar as mãos e as superfícies.

Pensando em como minimizar os impactos dessa contaminação, a Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Caruaru ( AETPC) tem recomendado as empresas a intensificação da limpeza dos veículos e orientação aos passageiros sobre etiqueta da tosse dentro do transporte público além da higienização correta das mãos e punhos, seguindo todos os protocolos de prevenção contra o coronavírus recomendados pelo Ministério da Saúde tanto internamente quanto na prestação de serviço ao passageiro.

De acordo com o diretor institucional da AETPC, Ricardo Henrique, é preciso adotar todos os cuidados necessários para evitar a propagação e contágio do vírus dentro dos ônibus e tornar o transporte coletivo seguro. “Estamos desenvolvendo uma campanha nas redes sociais com o objetivo de explicar aos usuários de transporte público sobre o que é a covid-19, como se comportar dentro do transporte público (ao tossir ou levar as mãos aos olhos, nariz e boca ) além de esclarecer boatos sobre a doença. O objetivo é que sejamos mais uma fonte segura de informação“, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro