12 de janeiro de 2013 às 12h25min - Por Mário Flávio

A Justiça Eleitoral aprovou nesta semana, com ressalvas, as presta­ções de contas de campanha apresentadas pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e pelo diretório municipal do PT. As duas prestações haviam si­do desaprovadas em dezembro pelo juiz da 6.a Zona Eleitoral de São Paulo, Paulo Furtado de Oli­veira Filho, que à época apontou irregularidades “graves” na con­tratação de empresas e identifi­cação dos recursos arrecadados.

Os advogados de Haddad e do diretório municipal do PT recor­reram e pediram que a decisão fosse reconsiderada, apresentan­do mais de 3 mil páginas de no­vos documentos. Diante do detalhamento de gastos, a Justiça Eleitoral pôde fiscalizar o gasto de R$ 4,6 mi­lhões com a empresa AJM de Aze­vedo Eletrônicos, que havia sido considerado irregular. A empre­sa forneceu carros de som e ma­terial publicitário à campanha.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro