22 de setembro de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

20130922-021628.jpg

No segundo e último dia da Conferência Municipal de Trânsito e Transporte, na sexta (20), a principal etapa foi a eleição de 10 entidades que comporão o Conselho Municipal de Transporte (COMUT) em Caruaru, de um total de 15. A importância estava justamente em tentar atender de forma paritária a entidade, entre membros do poder público e da sociedade.

Na verdade, em Caruaru o COMUT se dividirá entre integrantes do Poder Público – reunindo governo municipal e Legislativo -, de representantes de prestadoras de serviço de transporte, e da sociedade civil, cada categoria com 5 representações. Os representantes da prefeitura e Câmara serão indicados de forma interna, enquanto os demais 10 membros foram eleitos na conferência. Pelo entendimento da comissão organizadora da conferência, a sociedade em geral ficou representada em dois terços pelas entidades civis quando somadas às que prestam serviço no município.

“Ao analisar o decreto, observamos que há um terço para cada um dos segmentos. Mas falamos em dois terços para a sociedade porque nos referimos tanto a empresários quanto aos representantes de entidades. Isso atende à própria reivindicação da população que pediu que houvesse mais espaço para participação social nas manifestações de junho”, explicou o presidente da Destra, Cel. José Carlo, que estava à frente da comissão organizadora do evento.

Cada delegado inscrito na Conferência pôde em duas entidades para cada categoria. No caso, foram definidos 5 entidades dos representantes titulares dos serviços de transporte, uma dos mototaxistas, uma dos taxistas, uma dos empresários de transporte, uma de transporte escolar e uma de transporte alternativo. O COMUT contará ainda com 5 entidades representantes da sociedade civil: uma de entidade de idosos ou/e pessoas com deficiência, uma representante de entidade de estudantes, uma representante de entidade de trabalhadores, uma de trabalhadores de transporte alternativo e uma de associação dos moradores. Para cada titular haverá um suplente. Os nomes dos titulares e suplentes serão indicados na posse do Conselho.

Além da reformulação do Conselho, foram aprovadas mais de 30 propostas de melhorias para o trânsito, que serão detalhadas em um relatório da Conferências e repassadas para o Executivo Municipal. Resta, contudo, saber quais dessas propostas são viáveis para o município, ou até onde o governo se dispõe a atendê-las. Para a Louise Caroline, a frente das ações de Participação Social, pasta a ser decretada oficialmente ainda no município, é preciso que a população pressione.
“É fundamental que as pessoas participem desse processo e cobrem resultados, para que as propostas que surgem em cada Conferência alcancem cada vez maus visibilidade, e impacto junto ao governo municipal”, discursou.

Abaixo seguem as entidades titulares eleitas para o COMUT

Prestadoras de Serviços
Associação das Empresas de Transporte Público de Passageiros de Caruaru e Agreste

Entidade dos Trabalhadores em Transporte
Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Caruaru e da Região do Agreste de Pernambuco

Entidade de Transportes Escolares
Sindicato dos Transportes Escolares do Estado de Pernambuco – Sintespe

Entidade dos taxistas Mototaxistas
Sindmoto

Entidade dos Taxistas
Sindicato dos Taxistas de Caruaru

Entidade de Estudantes
UESC

Associações de moradores
Associação das Rendeiras

Classe dos Trabalhadores
Sindicato dos Empregados do Comércio de Caruaru – Sindecc

Entidades de idosos ou pessoas com deficiência
Associação Caruaruense de Cegos – Acace


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro