4 de novembro de 2013 às 17h35min - Por Mário Flávio

20131104-171937.jpg

Terminou agora há pouco a segunda reunião do novo Conselho Municipal de Trânsito – Comut. Em pauta, os 15 membros fizeram uma análise do atual Regimento Interno do Conselho, que está defasado e precisa de uma atualização. Vários pontos foram revistos e questões delicadas como a eleição do novo presidente e reajuste na tarifa de ônibus, ficaram para serem definidas nos próximos encontros do Comut. A dúvida quanto à presidência é se vai ser nomeado por meio de decreto do prefeito ou por votação entre os membros.

Quanto ao reajuste, o representante dos empresários do setor, Ricardo Henrique, defende o fim da planilha atual e que se crie o reajuste por meio do índice IPC, mas os representantes de outros órgãos, citaram Confins e a própria inflação. “Sugiro que a partir dessa discussão, num próximo encontro, possamos trazer ideias para que o debate seja amplo e a maioria possa chegar a um denominador comum e que em janeiro possamos aplicar na prática, já que estamos há três anos sem o reajuste em Caruaru”, disse Henrique.

O diretor de Trânsito e Transporte da Destra, Sirone Ridrigues, disse que é necessário fazer uma pesquisa sobre o que ocorre hoje no Brasil, para que assim seja resolvida a questão da tarifa em Caruaru. “Temos que definir com cuidado sobre esses índices, já que todas as categorias devem ser contempladas com esse item. Acredito que houve avanço no debate e que nos próximos encontros o Comut pode chegar concluir situações importantes, como à presidência e o reajuste da tarifa “, expôs.

A próxima reunião ficou agendada para a segunda-feira (11), a partir de 14h, na sede da Destra.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro