8 de março de 2014 às 10h47min - Por Mário Flávio

20140308-104715.jpg

Do blog do Diario

O PPS se reúne neste domingo para anunciar o apoio à candidatura de Paulo Câmara (PPS) ao governo do estado e, depois, será a vez dos democratas. O presidente regional do DEM, deputado federal Mendonça Filho, anuncia nesta segunda-feira a aliança do partido com o palanque socialista. Traduzindo: o governador Eduardo Campos, que comanda a Frente Popular, quer tirar o fôlego do palanque adversário, comandado pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB).

Pois bem. Com a chegada do DEM ao governo, pode-se afirmar que a antiga União Por Pernambuco (UPE) foi reeditada sob o guarda-chuva eduardista. Afinal, o PMDB e PSDB já tinham aderido. Para quem não se lembra, a UPE foi uma aliança liderada pelo hoje senador Jarbas Vasconcelos, que derrotou o avô de Eduardo Campos, Miguel Arraes, em 1998.
E Mendonça, que foi vice de Jarbas por dois mandatos, foi derrotado por Eduardo ao disputar o governo em 2006.

Enfim, o palanque do candidato de Eduardo ao governo, Paulo Câmara, reunirá ex-desafetos e derrotados pelo socialismo. Vale lembrar ainda que com o DEM aderindo, o Solidariedade entra, automaticamente, na aliança Frente Popular. O partido, criado em 2013, é presido em Pernambuco pelo deputado federal Augusto Coutinho, (ex-democrata e cunhado de Mendonça).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro