6 de janeiro de 2012 às 01h43min - Por Mário Flávio

O Secretário de Formação Política do PT em Caruaru, Adilson Lira, enviou nota ao blog sobre questões referentes ao diretório local do partido. Ele fez uma análise da situação e segue na linha, que o debate deve ser interno. O texto faz referências as recentes reportagens publicadas no blog sobre a sopa de letras, que é o PT de Caruaru e tenta explicar algumas indagações. Vamos a nota.

Caro Mário Flávio,

Lendo as últimas postagens de seu blog sobre o PT de Caruaru e as eleições 2012, resolvi lhe enviar alguns esclarecimentos e informações.

1°) Não há de fato nenhuma ilegalidade no Diretório Municipal, mas apenas a falta de algumas assinaturas na ata de posse (o que não inviabiliza a legalização do mesmo, já que a maioria dos membros do Diretório Municipal assinou a aludida ata);

2°) Quanto às eleições municipais deste ano e o lançamento de pré-candidatos, temos a esclarecer que não nos restringimos aos nomes de Hérlon ou Dja, pois, temos várias outras alternativas viáveis e estamos discutindo nomes e possibilidades;

3°) Dentre os nomes de possíveis candidatos não devemos esquecer que Zé Carlos Menezes pode ser candidato (e com amplas chances de lograr êxito);

4º) Temos também discutido a possibilidade de lançarmos o companheiro Eduardo Guerra (atual secretário executivo de assuntos institucionais da prefeitura), como pré-candidato a vereador);

Em suma, temos várias possibilidades e estamos discutindo as melhores alternativas para o partido, inclusive em relação à eleição majoritária, pois, como é de conhecimento de todos, temos vários companheiros compondo a administração do prefeito José Queiroz (PDT), porém, iremos discutir nossa participação nas eleições majoritárias, pois, há uma grande possibilidade de estarmos juntos com a frente popular e reelegermos o prefeito Queiroz (PDT), porém, nossa intenção primeira é discutir propostas a serem apresentadas ao chefe do executivo municipal, como forma de contribuirmos com a gestão, agora e num provável futuro governo.

No mais, nos colocamos à disposição para informar e esclarecer tudo que este blogueiro achar necessário em relação ao PT/Caruaru e as eleições 2012. 

Adilson Lira
Secretário de Formação Política do PT de Caruaru

TAMANDARÉ – Esse é destino de grande parte dos políticos nesse fim de semana. Para muitos, o pontapé inicial da campanha será dado no litoral. O prefeito Zé Queiroz e a ex-deputada, Miriam Lacerda devem dar o ar da graça por lá.

VISITA – Nesta sexta-feira (06), o secretário estadual de Juventude do Amapá, Alex Nazaré, chegará à Pernambuco para conhecer as ações da Secretaria da Criança e da Juventude (SCJ), especialmente as Casas das Juventudes. A secretária Raquel Lyra receberá o representante da juventude amapaense em seu gabinete e fará uma apresentação detalhada, junto com sua equipe, dos programas da SCJ.

TECNOLOGIA – Um supercomputador vai fazer de Pernambuco um dos maiores centros de tecnologia em nuvem da América Latina. A máquina conta com 1.200 processadores que juntos são capazes de analisar até 04 Petabytes de dados, o equivalente a quatro milhões de gigabytes. Para se ter um ideia do quanto isso representa, seria necessário somar a capacidade de 850 mil discos de DVD. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Campos em companhia do ministro Aluízio Mercadante.

VILA KENNEDY – A operação asfalto da prefeitura de Caruaru vai chegar a Vila Kennedy. Foi o que garantiu ia twitter o deputado federal Wolney Queiroz. Essa foi uma das reclamações do presidente da Câmara, Lícius Cavalcanti.

VILA KENNEDY II – O local é o principal reduto eleitoral de Lícius, mas devido a falta de obras e ao trabalho na presidência da Câmara, o comunista afirma que tem dificuldades em circular pelo local. Ele mora no bairro e muita gente ainda não entendeu a função de um vereador e cobra dele, ações do Executivo.

SEM ESTÍMULO – A ausência de poder de decisão no Legislativo leva alguns vereadores a perderem o interesse em disputar a reeleição. Em reserva ao blog, um vereador atuante disse que não quer mais legislar. Segundo ele, não participar ativamente das decisões é um desistímulo.

INSISTÊNCIA – Alguns setores seguem na insistência de atribuir uma culpa que não existe ao ministro Fernando Bezerra Coelho. Pior fez Geddel Vieira, quando era ministro de Lula, quando pintou miséria com excesso de verbas para a Bahia.

DENTRO DA LEI – Com a certeza de que não fez nada de errado, o ministro FBC, disse que está a disposição do Congresso. O problema é que no momento das perguntas, existe muita politicagem. Mesmo assim, a decisão de FBC está correta.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro