16 de julho de 2012 às 17h08min - Por Mário Flávio

Há uma situação curiosa nas eleições municipais de Caruaru este ano. O comitê da Coligação Caruaru em Boas Mãos, encabeçada pela candidata Miriam Lacerda (DEM), deve ficar em frente ao comitê da Coligação Caruaru com a Força do Brasil, que apoia Zé Queiroz (PDT) como candidato à reeleição. Há quem diga que isso pode levar a problemas no decorrer da campanha, já que o clima eleitoral intenso poderia levar a desentendimentos  e brigas entre militantes dos dois grupos. Mas, durante coletiva de imprensa nesta segunda (16), Miriam disse não enxerga essa possibilidade e avisou que, da parte da oposição, a campanha será limpa.

“Eu não acredito que haverá problemas e creio no bom senso, acho que todos devem se respeitar e se concentrar nas ações de campanha”, explicou. Questionada sobre as considerações de alguns governistas, que já chegaram a dizer que essa campanha refletiria uma disputa de elegância x deselegância, sendo que esta última se referiria à oposição, a candidata respondeu:  “quem nos chamar alguém de deselegante, vai estar chamando a própria população disso, e acredito que esse não será o tom de discussões na campanha”, frisou.

No entanto, já é possível observar o clima entre os dois grupos polarizados começando aos poucos a esquentar, já que mais cedo foi divulgada notícia de que o Tribunal de Justiça de Pernambuco recomendou à Procuradoria eleitoral a impugnação  do registro da candidatura do prefeito Zé Queiroz (PDT), o que foi resultado de uma ação movida pelo diretório dos Democratas em Caruaru.

Miriam explicou que acredita em um tom tranquilo de campanha – Crédito: Paulo Silva Filho/ DEM


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro