14 de julho de 2018 às 08h25min - Por Mário Flávio

Em tempos nos quais Pernambuco figura entre os estados mais violentos para a comunidade LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e interssexuais) no Brasil, a coordenação estadual da Aliança Nacional LGBTI+ realiza neste sábado (14) em Caruaru a caravana para registros de casos de homofobia.

A ideia é debater temáticas relacionadas à diversidade com estudantes, comunicadores e profissionais de outras áreas em encontros gratuitos e abertos ao público, de maneira a aumentar a corrente contra o preconceito.

A partir das 16h, na boate Hit Club, em Caruaru (Agreste do estado), o tema “Cultura LGBTI+ como força de enfrentamento ao preconceito” será debatido com a produtora cultural Adriana Pax e a drag queen caruaruense Hillary Salt, além da ativista e militante LGBTI Maria do Céu.

Nas próximas semanas, a Caravana da Aliança deve passar pelos municípios de Petrolina, Arcoverde, sempre levantando a bandeira da diversidade.

A Aliança
A Aliança Nacional LGBTI+ é uma organização da sociedade civil, pluripartidária e sem fins lucrativos. Legalmente registrada desde 2003, atuava inicialmente como uma lista de discussão na internet e depois ampliou seu trabalho de promoção e defesa dos direitos humanos e cidadania da comunidade LGBTI+, nos estados brasileiros através de parcerias com pessoas físicas e jurídicas.

Presidida pelo ativista da causa LGBTI e Aids Toni Reis, a entidade dialoga e constrói ações comuns com pesquisadores, ativistas, dirigentes partidários, gestores públicos, redes, organizações governamentais, comunicadores, empresários comprometidos com a promoção dos direitos e da cidadania LGBTI. Em 2016, deu início à organização do seu trabalho de promoção e defesa dos direitos humanos e cidadania, em especial da comunidade LGBTI+, nos estados brasileiros através de parcerias com pessoas físicas e jurídicas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro